Cientistas já se preparam para pandemias no futuro

Toda doença que surge na humanidade se torna alvo de uma série de estudos da comunidade científica. Além de entenderem os efeitos que aquela enfermidade pode causar, os especialistas também buscam encontrar maneiras de evitar que aquele mal assole novamente a humanidade.

 

Recentemente a professora da Universidade da Pensilvânia, Susan Weiss, participou de uma sessão plenária na AAIC 2021 e afirmou que muito do que se sabe sobre o coronavírus foi aprendido nas décadas de 1980 e 1990, quando um grupo relativamente pequeno de pesquisadores interessados naquele tipo de vírus descreveu sua biologia básica. Os dados apresentados pela cientista foram divulgados em publicações internacionais, dentre elas o Centro de Pesquisas e Análises Heráclito (CPAH), onde detalhes mostram como este tema já tem recebido muita atenção dos especialistas de todo o mundo.

 

Segundo a professora Weiss, o interesse dos pesquisadores aumentou após 2002 com o primeiro grande surto de doença respiratória por coronavírus em humanos, lançando a era dos coronavírus humanos patogênicos. Naquela época, o surto não teve o mesmo alcance de contaminação nem de mortalidade como tem se observado agora com a Covid-19. Para se ter ideia, o surto daquele ano foi transmitido de morcegos para civetas e de civetas para humanos. Ele durou cerca de oito meses e limitou-se principalmente à China e Hong Kong. A taxa de mortalidade foi baixa (10%)

 

Para os próximos anos, ela recomenda caminhos para evitar novas pandemias: “Desenvolver terapias antivirais para pan-coronavírus para que estejam prontas para surtos futuros e enquanto aguardamos novas vacinas, dar continuidade ao desenvolvimento de vacinas, incluindo vacinas contra pan-coronavírus e Identificar e descrever outros vírus encontrados em morcegos e outras espécies”.


Quem concorda com ela é o PhD, neurocientista, psicanalista e biólogo Fabiano de Abreu: “Aprendemos muito com a Covid-19, mas não o suficiente. Precaver é um ótimo método, mas precisamos internacionalizar mais a ciência. Há laboratórios clandestinos, outros que não podemos ter acesso. Há um controle do governo de alguns países que dificulta. Também há uma banalização de estudos pelo preconceito de onde são publicados e poderiam ser úteis. E há uma hegemonia de institutos que não abrem espaço para estudos dos que são de fora”, completou.




Outras Notícias

Virada de lote do Carnaporto ocorrerá no dia 26 de outubro

O passaporte pode ser adquirido até o dia 25 com preço promocional e em até 11 vezes no cartão de créditoVo...

“Amor à vida” é tema do Réveillon no Grupo Porto Seguro de Hotéis

Com o tema “Amor à vida”, a festa da virada nos hotéis do Grupo Porto Seguro de Hotéis & Resorts (GPS), terá toda...

Porto Seguro Eco Bahia Hotel traz nova opção de entretenimento

O pôr do sol no Porto Seguro Eco Bahia Hotel ganha agora contornos mais especiais, com o Happy Hour, que está sendo r...

Aulas 100% presenciais são retomadas na rede estadual de ensino de toda a Bahia

A partir desta segunda-feira (18), as atividades letivas na rede estadual de ensino passaram a ser 100% presenciais. ...

Tecnologia é desenvolvida para recomendação de plantio de eucalipto e aumento de produtividade

 O uso de tecnologia e da ciência de dados na construção de conhecimento florestal é cada vez mais comum no setor de ...

Laboratório Gontijo comemora 20 anos com nova unidade em Porto Seguro

O Laboratório Gontijo está completando 20 anos de atuação na região. Para comemorar, abriu uma nova e moderna unidade...

PREFEITURA DE PORTO SEGURO PROÍBE IMPLANTAÇÃO DE CONDOMÍNIOS NA ORLA SUL

Através de decreto, a Prefeitura de Porto Seguro, proíbe a implantação de condomínios no sistema de multi propriedade...

Operação combate transporte clandestino de passageiros

Uma importante operação contra o transporte clandestino de passageiros foi realizada no final da tarde desta terça-fe...

8° BPM PARTICIPA DA CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE TURISMO, EM PORTO SEGURO

Na noite de ontem (27/09), no auditório do Hotel Solar do Imperador, reuniram-se representantes dos diversos segmento...

Eucalipto é alternativa de negócio para produtores rurais baianos

Programa Aliança amplia parceria entre produtores rurais e Veracel para cultivo de eucaliptoEunápolis, 28 de setembro...

Acusado de agredir atriz trans presta depoimento à polícia

O suspeito de agredir a atriz trans Marcella Maia em Caraíva, distrito de Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, pr...

Atriz global é agredida durante viagem a Caraíva na Bahia e desabafa: 'Transfobia'

Marcella Maia irá carregar um trauma de sua passagem por Caraíva na Bahia. A atriz global, que estará na próxima...

Veracel Celulose divulga edital para contratação de:

Operador ou Operadora de Área ETA/ETE – Coordenação de Caustificação, Forno, ETA e ETE REQUISITOS:  En...

RETOMADA DAS AULAS DA UNIDADE ESCOLAR COM VETOR MILITAR, EM PORTO SEGURO

Esta semana foram reiniciadas as aulas da Escola Municipal do Cambolo, na modalidade híbrida, após a suspensão do ano...

8° BPM PARTICIPA DO DIA MUNDIAL DA LIMPEZA, EM PORTO SEGURO

No último sábado (18/09), alunos do Curso de Formação de Soldados Policiais Militares do Núcleo de Ensino do 8° Batal...

La Torre Resort terá 100% de colaboradores vacinados contra Covid até Outubro

Com o avanço da vacinação contra Covid-19 no Brasil e na Bahia, cresce a expectativa pela retomada do turismo. Pensan...

Dia Mundial da Limpeza na Praia do Mutá

Mais uma vez participamos do Dia Mundial da Limpeza, um movimento cívico que une 180 países e milhões de pessoas em t...

Porto-segurense Matheus Rocha concorre no Festival Entretodos

A 14a  mostra competiva do Festival de Curtas e Direitos Humanos Entretodos, realizada para eleger o melhor curt...

Saúde e bem-estar: 3 posições de yoga para evitar crises de ansiedade

Segundo estimativas da OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil é o país mais ansioso do mundo. Os dados mostram ...

O melhor Luau de praia do Brasil Luau: Tôa Tôa nesta Sexta- feira

Conforme determinações deliberativas do decreto estadual que permite a venda de ingressos para até 1000 pessoas, desd...